segunda-feira, 5 de julho de 2010

alguns bandas de rock que tornaram famosas na decada de 90


Um dos aspectos mais importante que diferencia universo do Rock de outros estilos musicais é a predominância de bandas ao invés de carreiras solo. Até a década de 50, quando as primeiras bandas de Rock surgiram, a música popular era, predominantemente, composta de artistas solos. Enquanto divas e tenores vindo da música clássica alegravam as famílias "cultas", a música popular era dominada por crooners, cantores acompanhados por bandas e bluesmen. No Brasil, vivíamos uma situação parecida, no samba-canção e na bolsa nova se notava claramente a centralização no cantor compositor. Mesmo no início da história do rock as bandas, também, não tiveram destaque, talvez por influência direta do Blues, existia uma valorização maior dos “showmen” - vocalistas que, na maioria das vezes, também tocavam o instrumento de maior destaque na banda. Esses showmen ocupavam a função de artistas autônomos que tinham na banda apenas um acompanhamento (Jerry Lee Lewis, Elvis Presley e Chuck Berry). Somente na década de sessenta com acrescente consolidação e amadurecimento do Rock surgiram as primeiras bandas de rock como nós as conhecemos hoje. Ao mesmo tempo em que bandas como The Beatles, Rolling Stones e The Who consolidavam o formato banda, apontavam a possibilidade de uma marca autoral no Rock n'Roll. Enquanto as orquestras as Big Bands ou as bandas da Motown eram encaradas como meros acompanhamentos para a voz do cantor, a banda de Rock passariam a buscar uma expressividade e uma marca "autoral", mesmo que em conjunto. Se poderia ser difícil diferenciar uma gravação do instrumental de Jerry Lee Lewis e Chuck Berry ou Little Richards, a diferença entre uma gravação dos Beatles e de Bob Dylan é facilmente notável. As bandas de Rock geralmente são formadas de 3 a 5 componentes com a presença de um baixista, uma ou dois guitarras (um pianista no início da história do Rock), um baterista e um vocalista. É claro que isso pode mudar dependendo do gênero, ou subgênero, ao qual a banda se filia, mas o núcleo central da banda de rock dificilmente é mudado. A medida em que o Rock foi diluído na cultura de massa, o formato banda também foi exportado para outros gêneros da musica popular - como o Reagge e o Soul – ao mesmo tempo em que o cantor solo se tornava comum em versões diluídas do Rock, o que é vendido na prateleira de música Pop hoje em dia. Com o delay característico, nas outras partes do mundo o formato banda demorou um pouco mais para ser dominante, enquanto os Beatles já começavam a sonhar, artistas como Rita Pavone na Itália e Cely Campelo no Brasil ainda faziam sucesso com versões açucaradas de sucessos americanos da década de 50. A música popular brasileira se apoia na figura de cantores/compositores como Tom Jobim, Jorge Ben Jor, Caetano Veloso e Gilberto Gil. Apesar do aparecimento irregular de algumas bandas de sucesso durante as décadas de 60 e 70 como Os Incríveis, Mutantes, Secos e Molhados e Novos Baianos, na verdade as bandas só foram ter um peso significável na música brasileira a partir dos anos 80 com bandas como Ultraje a Rigor, Paralamas do Sucesso, Titãs e Legião Urbana, que dominaram o cenário nacional por algum tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário